O programa Histórias da sexualidade: filmes & vídeos, em parceria com a Associação Cultural Videobrasil e a Cinemateca Brasileira, apresentará 34 obras distribuídas em 14 sessões. São produções que dialogam, direta e indiretamente, com certos conceitos observáveis na exposição Histórias da sexualidade (20.10.2017 a 14.2.2018), tais como a performatividade de gênero, jogos sexuais, voyeurismo, mercado do sexo, religiosidade e ativismo. O filme ‘Guarujá, um filme maravilhoso’ faz parte da mostra. Na sua exibição, a diretora Gisela Domschke conversou com a curadora da exposição Camila Bechelany sobre o filme e sua co-autoria com Marcelo Krasilcic.

No elenco, Paulo César Pereio, Luciana Domschke, Neca Zarvos e Milton Morales.

Advertisements

Seminário na Ocupação 9 de Julho: Lutar e Resistir, Ocupar e Morar
Seminar at Ocupação 9 de Julho: Fight and Resist, Occupy and Dwell

Esse seminário integra a agenda de eventos, oficinas e atividades sobre apropriação e ocupação que ocorrem em Novembro e Dezembro na Ocupação 9 de Julho e Hotel Cambridge, espaços parceiros da 11a Bienal de Arquitetura de São Paulo. A partir do dia 14 de novembro (abertura) e até o fim do ano, haverá uma programação permanente acolhida pela Ocupação 9 de Julho, todos os sábados e domingos. Esta parceria com a Bienal de Arquitetura convida o público a ter uma vivência do cotidiano nestes edifícios, conhecer e vivenciar o trabalho realizado pelo movimento por moradia, questionar a dimensão social da arquitetura a partir de suas formas de colaborar e refletir sobre o imaginário das ocupações na metrópole.

Este seminário, organizado em parceria com o instituto de arquitetura holandês Het Nieuwe Instituut, a Ocupação 9 de Julho e com apoio do Consulado Geral do Reino dos Países Baixos em São Paulo, do Studio-X Rioe do Cities Alliance, propõe uma conversa sobre a arquitetura da apropriação no universo da ocupação, debruçando-se sobre diferentes formas de organização social e outras noções de propriedade, e provocando uma reflexão sobre o papel do desenho dentro desses processos. O evento convida o público a uma vivência dentro das ocupações.

[English]
This seminar is part of the agenda of events, workshops and activities on appropriation and occupation that will take place from November to December at Ocupação 9 de Julho and Hotel Cambridge, partner spaces of the 11th Biennial of Architecture of São Paulo. From the 14th November (opening) to the end of the year, there will be a permanent program hosted by Ocupação 9 de Julho, every Saturday and Sunday. This partnership with the Architecture Biennial invites the public to have an everyday experience in these buildings, to know and experience the work carried out by the housing movement, to question the social dimension of architecture based on their ways of collaborating and reflecting on the imaginary of occupations in the metropolis.
This seminar, organized in partnership with the Dutch architecture institute Het Nieuwe Instituut, Occupation 9 de Julho and with the support of the General Consulate of the Kingdom of the Netherlands in São Paulo, Studio X and Cities Alliance, proposes a conversation about architecture of appropriation in the universe of occupation, focusing on different forms of social organization and other notions of property, and provoking a reflection on the role of the design within these processes.
The event invites the public to an experience within the occupations.

A collaborative action for a bikeable city. Take a look inside! With Floor van Spaendonck, Martijn de Waal, Guilherme Wisnik, Natalia Garcia, Daniel Guth, Albert Pellegrini and others. Published by Het Nieuwe Instittut, Rotterdam.

RNARound N Around é um projeto de pesquisa sobre a experiência nas ciclovias de São Paulo, uma colaboração entre a University of Applied Sciences in Amsterdam (HvA citizen data lab) e a Universidade de São Paulo. Com o apoio de comunidades locais de ciclistas,  o projeto visa explorar as tecnologias desenvolvidas para a medição e análise de dados sobre a experiência do usuário das ciclovias na cidade de São Paulo. Ciclistas, pesquisadores e gestores públicos irão colaborar para uma ecologia e o incentivo do uso das ciclovias na cidade.  Organizadores: Het Nieuwe Instituut e Gisela Domschke (DOM Produção).

Screen Shot 2016-08-09 at 3.09.50 PM“As pessoas preferem andar de bicicleta do que ficar parado no trânsito,  então é uma escolha lógica”, diz van den Laan,  prefeito de Amsterdã, no lançamento do projeto Round N Around, na Praça do Ciclista na Av Paulista. Fernando de Mello,  Secretário Municipal de Desenvolvimento Urbano, falou ao prefeito sobre o projeto “Ruas Abertas”.

 

 

 

10399973_581330715351338_1857729188112553132_n12973137_581692518648491_1092693875474728766_oUm mapeamento cultural das regiões norte e leste de São Paulo, onde vão ser implementados os futuros CEUs Pinheirinho d”agua e José de Anchieta. Uma imersão de 1 semana em cada uma das regiões, onde realizamos laboratórios de escuta com diferentes grupos de moradores. Uma prática onde as pessoas informam e produzem sua própria representação do espaço. Os resultados serão utilizados pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento Urbano para a elaboração do projeto urbanístico do território CEU, e pelas Secretarias Municipais de Cultura e Educação para a definição de sua futura programação, respondendo aos desejos dos moradores da região e incorporando talentos locais.

FO-1JNRRJVS12111FO-1JNRSRA1N2112

Basement Festival was a 3 day event that focused on how creativity, collaboration and digital technology can empower citizens in the processes of city making. The festival was the launch of a residency for programmers, which will happen annually in the Red Bull Station of São Paulo. Amongst the activities, the workshop “Hackable City” with Martijn de Waal (Universidade de Amsterdam), the hackathon 9><23, Café Conserto, Laboratório Agri.cultura, the meeting of hacklabs e experimental labs, performances, international show Links Abertos (with the partnership of New Institute – Rotterdam, NL, de FACT – Liverpool, UK e do Art Center Nabi – Seoul, SK), bike hack, bike tour in the centre of  São Paulo, and the panel about public space with Martijn de Waal (Amsterdam University of Applied Sciences), Fernando de Mello Franco (Secretaria Municipal Desenvolvimento Urbano São Paulo), Marcus Bastos (ECA-USP e PUC-SP), Baixo Ribeiro (Instituto Choque Cultural), José Bueno (co-creator of Rios e Ruas) e Laura Sobral (co-creator of A Batata Precisa de Você). Curator: Gisela Domschke.

Screen Shot 2015-06-07 at 5.17.35 PM

Mostra dos diversos estudos de caso de diferentes iniciativas que reformulam a ideia tradicional de museu como um dispositivo de exibição de exposições. Nos últimos anos, os museus têm utilizado como estratégia dispositivos destinados a fazer arte “portátil”. Os artefatos que formam parte do projeto Este não é um museu permitem realizar exposições nômades como uma plataforma para a participação direta do público, ao invés de expandir metros das paredes do museu.

Parceria entre a Acción Cultural Española e o Centro Cultural São Paulo, com apoio do Consulado General de España en São Paulo,
acontece de 15 de abril a 14 de junho.
Curadoria: Martí Perán